Apagão aéreo e violência urbana.

A violência urbana não cessa, não dá trégua.
Neste texto vou comprar esta violência com o problema do apagão aéreo, há muitos pontos em comum, como veremos.
Li no Estadão de segunda, de uma senhora mãe, de dois filhos, um de 25 anos era policial da polícia rodoviária federal, o outro universitário de 22 anos, ambos estavam indo p/ uma festa, ao aguardar a descida da namorada do mais novo, na porta do prédio, foram assaltados, foram entregues celulares, e as respectivas carteiras com dinheiro e documentos, um dos meliantes quando abriu a carteira do policial, já saiu atirando, ambos faleceram ao dar entrada no hospital, isto aconteceu novamente na Zona Norte do Rio, onde o menino de 6 anos, João Hélio Fernandes havia sido arrastado até a morte por ladrões.
O que me dixou chocado é com a ração dela após perder toda a família numa tacada só e disse na entrevista ao jornal:
-"Meus filhos foram mortos porque o mais velho era policial rodoviário. A cidade está abandonada, a zona norte principalmente. Nem a mote do João Hélio, serviu de alerta para as autoridades" ….. "perdi meus únicos filhos. Éramos só nós três. Lutei muito para educá-los. Só eu sei de onde vou tirar forças para continuar", … "Não adianta querer Justiça, fazer protesto. Eu só quero meus filhos de volta", disse a secretária Jussara Esteves, de 48 anos.
Todos os dias tem vários episódios semelhantes no jornal e na vida real das pessoas, como numa guerra urbana, mas que as autoridades insistem e persistem em tratá-las com simples violência urbana, que é só caso de polícia, e evitam botar a mão na ferida, tratar de forma contudente, isto é encarar e enfrentar o problema de frente, com soluções concretas para evitar esta legião de cadáveres da população indefesa e desarmada. E ainda, iam obrigar por lei não vender arma p/ a população, pois os assassinos, os bandidos não compra em loja, nem só vivem de armas furtadas da população, a final, bandido tmb tem q comer, e tem família p/ sustentar, né.
A violência e a pena de morte aplicada sistematicamente pelos bandidos, estão indo muito bem, obrigado, de vento em poupa.
Tudo conforme já havia escrito no texto anterior sobre violência urbana. E assim vai ficando no tempo e no espaço.
O Congresso só por um tempo ficou sensibilizado, e aprovou meia dúzia de medidas contra violência urbana, mas ñ resolveu o assunto, continua pendente para ser resolvido.
O problema dos controladores de vôo segue o mesmo padrão, isto é o controle do tráfego aéreo, está extremamente doente, já em coma profunda, i ninguém faz nada p/ resolver, só empurrar com a barriga, idêntico ao problema da violência urbana.
I dalhe umbigo, heim, p/ ficar empurrando sempre, vai dar calo, si liga!
Diante desta realidade escrita acima, os controladores de vôo se organizaram para fazer algo a respeito, antes que um novo acidente com 155 pessoas inocentes paguem com a própria vida este empurrar com a barriga, e que a culpa vai cair no colo deles novamente, dos controladores.
O problema do controle aéreo não é novidade, não é novo, um acidente de grandes proporções já aconteceu, vive com pane no sistema, semana passada foi no Rio, por pifar um equipamento essencial, q impediu pousos e decolagens no aeroporto, acarretando novo congestionamento nos aeroportos, sensível e ciente q o buraco é bem mais embaixo, os controladores a maioria militares da FAB, mesmo cientes de que estariam cometendo crime gravíssimo de motim, e por pressão de sua chefia no Cindacta I em Brasília, deflagraram o movimento do novo apagão aéreo, sem reenvindicação salarial, somente melhoria nos seu serviços, como equipamentos, pessoal e etc…., isto é, só melhores condições de trabalho.
O coitado do Lula totalmente alienado, reclamou o movimento era absurdo com reivindicações salariais, como saiu na imprensa. Logo em seguida na chegada ao Brasil, novamente insistiu em sua ignorância total sobre o que se passa no país, do que trata o tal movimento dos sargentos e cabos da Aeronáutica.
Nossa eles são heróis nacionais, arriscaram sua vida, sua carreira, alguns com 20 anos de serviço, tudo jogado pela privada, por q estão se mobilizando p/ aumentar a segurança nos vôos de passageiros, numa tentativa desesperada de trazer a solução, que ninguém resolveu antes, e vinha empurrando com a barriga.
Heróis e criminosos ao mesmo tempo, cometeram crime militar de motim, para salvar vidas inocentes.
Kamikazes estes controladores de vôo, suicídio coletivo, para o bem do Brasil, estou chegando num ponto onde queria destacar.
Vocês acham que eles s mobilizaram por que?
Arriscaram todos suas carreiras, suas profissões a troco de que?
Cometeram o crime mais grave do código penal militar, motim, e para que, a final eu pergunto novamente?
Será p/ serem presos, por imposição legal o serão, cedo ou tarde?
Para serem expulsos da Fab?
Para deflagrar a maior crise instuticional nas 3 forças armadas?
Eles s arriscaram p/ evitar novas acidentes aéreos de grandes proporções, além de prejuízos incalculáveis as empresas q iriam perder aeronaves caríssimas nestes prováveis acidentes, indenizações, além de pessoal (mão de obra especializada), bem como as vidas dos passageiros inocentes, q nada tem haver com o problema, e pagaram caro a tal passagem p/ o além, tudo por conta do tal umbigo q empurra e não resolve.
O problema creio que está claro, é de investimento publico no setor, na substituição de equipamentos mais confiáveis e modernos, treinamento de pessoal, melhores condições de trabalho p/ controladores, pois lhe é exigido na função concentração total e absoluta, como ter esta concentração no equipamento que falha. Será que só eu sei disto?
Os responsáveis legais os chefes do setor, os ministros que ganham e estão lá p/ isto, para resolver este e outros problemas.
O problema atual demonstra que a culpa não é do governo Lula, do PT, mas o problema é antigo, vinha se arrastando (umbigo) há anos, no governo FHC, e nada foi resolvido, nem com o acidente monumental com 150 vítimas, mobilizou a bunda da cadeira deste pessoal, eles continuam como se nada houvesse de anormal, q tá tudo bem, como o próprio Lula cansa de alardear na imprensa, e por isto do movimento kamikaze dos controladores de vôo, oras, bem simples.
Militar não poderia nunca radicalizar assim, só como no caso de extrema urgência, importância e relevância!
O presidente da Federação Internacional de Associações de Controladores de Tráfego Aéreo (Ifatca), o suíço Marc Baumgartner, disse ontem que a Aeronáutica "não fez nada" para aprimorar o sistema após o acidente com o avião da Gol, quando morreram 154 pessoas, e só piorou a situação ao coagir os controladores. De acordo com a Folha de S.Paulo, ele não descarta o risco de novos acidentes e acha "perigoso" o plano emergencial de usar profissionais da Defesa Aérea. (publicado notícias Terra).
O problema não é só no Brasil, a Argentina, nossa vizinha padece do mesmo vício, conforme notícias atuais, os pilotos das empresas aéreas estão se mobilizando para parar o tráfego aéreo naquele país. (Leia matéria)
Pelo que vejo a empurração umbigal vai continuar, como sempre, até por que segundo consultor em transportes e aviação, José Carlos Mello, as medidas tomadas em crise aérea são paliativas, e não vão resolver o problema em si, só uma meia boca, dá uma lavadinha q vai ficar como novo….. rs….. sei! (leia matéria).
A coisa tá feia, e parece que só os controladores vão pagar o pato, novamente, e os incompetentes ministeriáveis, que deveriam resolver o problema, o povo do umbigo, vão continuar como sempre, belos e faceiros, só fazendo o que de interesse do governo, e nunca do povo.
O mesmo problema de falta de investimento e planejamento vemos na saúde, educação, e etc, apesar dos discursos mentirosos dos candidatos das últimas eleições, e do Lula, tmb, heim….
A violência urbana segue o mesmo padrão do empurrar com a barriga pelo Estado brasileiro, que nada faz de concreto, só medidas paliativas, meia boca p/ dar manchete nos jornais, i para por ai! Este é o ponto comum, a incompetência administrativa do Estado.
Vou ficando por aki, no próximo acidente aéreo eu volta, tá, pelo visto não vai demorar tanto assim…. rs….
Foi  uma foto maneira p/ ilustrar, mas na busca dela vi muitos corpos vítimas de acidente aéreo.
Anúncios

Sobre ricbrsp

Nascido em Lins/SP, criado na Capital paulista, formado advogado pela Unb (Brasília-DF), é autônomo em sampa, divorciado, vive com seus filhos. Ocupando meu espaço na web.
Esse post foi publicado em Notícias e política. Bookmark o link permanente.

Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s