Comissão de ética, voto secreto?

Voto aberto, ou secreto é a questão em Brasília, esta semana, por conta do processo por quebra do decoro parlamentar por parte do Presidente da mesa do Senado Federal, o Sen. Renan Calheiros.

A comissão de ética que vai julgar o caso, se manifesta pelo voto aberto, ou pelo voto secreto.

O voto aberto, todos sabem quem votou e como,  já no secreto ninguém fica sabendo de nada, quem votou e como, só sabe o resultado, mas esta questão foi levantada nesta comissão do Senado.

A questão jamais poderia estar sendo debatida é só examinar com o devido cuidado a título da tal comissão, não é de ética, ora nada mais ético do que o voto aberto, cada Senador assumindo sua posição se a conduta é ética ou não, mas como o esforço é concentrado p/ uma nova pizza a moda Bsb, a comissão de ética não está preocupada com a ética do ato, e sim, só focando nas provas, mas não lhe cabe analisar e julgar as provas, e sim a conduta se ética, ou não para que o processo, onde se analisara o conjunto das provas, ai sim vai decidir cassando ou não o Senador Renan, nas denúncias da sua ex amante, relativo a pensão do filho em comum.

A atual comissão de ética, onde já houve 2 renúncias a presidência dela, digo, houve mais, tanto do presidente, como do relator, por várias vezes, que eu já até perdi a conta, e tudo como manobra p/ absolver o Presidente da casa, ou para adiar algumas vezes, outras p/ obstruir toda a comissão, agora esta ultima manobra sobre o voto, se secreto, na esperança de que o Senador escudado, e oculto através do voto sem rosto e absolva, ai desprezando as provas, como se nada houvesse provado.

O STF aceitou a denúncia crime contra todos os envolvidos no caso do mensalão, todos estão sendo julgados por haver prova robusta dos fatos ali imputados, estas mesmas provas que estavam diante dos parlamentares que numa grande pizza absolveu a grande maioria, só cassando 2, o Roberto Jéferson e José Dirceu, se não falha minha memória.

O curioso que mesmo aceita as denúncias a maioria se sente injustiçada, pelo menos no discurso, alegando que não há provas, negando o fato, como se aquela montanha de dinheiro não existisse, cada mensalão (5 milhões) eram malas de dinheiro vivo.

Alguns tentam desmerecer o trabalho do STF dizendo que o julgamento é político, mas como não? Se os envolvidos são políticos, e foram atos escusos de política, impossível o julgamento de um fato político não ser político!

Mas tem réu solto, ainda, que o STF não cogitou que foi o principal agente criminoso neste caso, o partido dos trabalhadores PT, deveria estar, tmb respondendo as mesmas denúncias, até por q é de vários atos políticos de compra de voto, ou melhor de apoio ao presidente Lula, o maior beneficiário do esquema montado e agora julgado como crime perante o STF.

Os corruptores não agiram p/ s beneficiarem, o José Dirceu, Delúbio e outros do PT, fizeram o que fizeram em nome do PT, para ter maioria no Congresso, foi p/ só isto o mensalão, p/ apoiar as ações do executivo, ou seja o Lula, daí por que acho que o PT como partido organizado deveria estar sendo julgado junto pelo STF.

Os agente do pólo ativo, isto é os corruptores não fizeram as coisas da cabeça deles, não foi aleatório, não foi p/ seus velhos comparsas e sim partidos antes opostos, antes combatidos pelo PT, e tudo visando somente apoiar o PT, através do presidente Lula junto ao Congresso, foi comprando o voto de toda o partido, dai o valor ser enorme de cinco milhões de reais cada partido, o STF está julgando membros de 4 partidos, sendo o PT como corruptor, e os demais como corruptos (passivos) – 3.

Deveria necessariamente estar sendo julgado pelo STF além das pessoas atualmente em processo crime, como também, os quatro partidos envolvidos, que inclusive foram crimes cometidos sim pelos partidos, através de seus maiores representantes, os envolvidos até agora.

O leitor reparou o cargo destes parlamentares processados pelo STF?

A maioria era presidente do partido,  e recebeu a propina de um partido p/ outro, para apoiar no Congresso, na qualidade de presidente do mesmo, as ações tanto do corrupto PT, como dos corruptores foram sempre representando o partido, não se negociou, ou compro o apoio numa determinada pessoa, e sim apoio ao partido (PT), e também por isto este processo tem que ser político sim, impossível escapar deste lugar comum.

E tenho dito! Digo, escrito!

Anúncios

Sobre ricbrsp

Nascido em Lins/SP, criado na Capital paulista, formado advogado pela Unb (Brasília-DF), é autônomo em sampa, divorciado, vive com seus filhos. Ocupando meu espaço na web.
Esse post foi publicado em Notícias e política. Bookmark o link permanente.

Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s