O que seria de mim sem amigos (virtuais)…..???

Querida Elisete,

Primeiramente parabéns por seu niver, hj, muitos anos de vida, e vida em abundância.

O texto deste e-mail, ou melhor desta apresentação PPs, é exatamente o que eu teria p/ falar p/ vc e todos meus amigos virtuais.

Sua presença ai na qualidade de minha amiga é que dá sentido a minha existência virtual aqui no meu pc, sem vc, sem meus amigos virtuais não faria sentido eu ter um e-mail, nem blog, nem perfil nos sites (orkut, Gazzag e etc.). Meu site pessoal http://geocities.yahoo.com.br/ricbrsp/ não teria razão de ser, de existir, de ter bytes lá preenchidos com todo carinho.

Minha "vitrine virtual" – http://ricbrsp.spaces.live.com/, seria só uma loja fadada a falência.

As respostas que dou aos e-mails com lixo bem ambalado, e que posto no meu blog, sem vc p/ receber e ler, ia fica tudo sem sentido.

Vc e todos os meus amigos que dão sentido ao meu nick   , eu criei, mas são voceis q dão vida a ele.

Sem os amigos virtuais seria só um gif animado o meu nick , só uma reunião de letras, sem qualquer sentido, nem significado.

Lembra o e-mail anterior que acabei d ver, tmb apresentação PPS, de título "SAWABONA – SHIKOBA", que quer dizer:

SAWABONA, é um cumprimento usado no sul da África quer dizer: “Eu Te respeito, eu te Valorizo, você é importante pra mim”.

Em resposta as pessoas dizem SHIKOBA que é:  “Então eu existo pra você”

Abri a apresentação PPs p/ copiar e colar este texto, mas vou postar todo o texto pois faz muito sentido.

Texto de Flávio Gikovate Médico Psicanalista

Não é apenas o avanço tecnológico que marcou o inicio deste milênio.

As relações afetivas também estão passando por profundas transformações e revolucionando o conceito de amor.

O que se busca hoje é uma relação compatível com os tempos modernos, na qual exista individualidade, respeito, alegria e prazer de estar junto, e não mais uma relação de dependência, em que um responsabiliza o outro pelo seu bem-estar.

A idéia de uma pessoa ser o remédio para nossa felicidade, que nasceu com o romantismo, está fadada a desaparecer neste início de século.

O amor romântico parte da premissa de que somos uma fração e precisamos encontrar nossa outra metade para nos sentirmos completos.

Muitas vezes ocorre até um processo de despersonalização que, historicamente, tem atingido mais a mulher.

Ela abandona suas características, para se amalgamar ao projeto masculino.

A teoria da ligação entre opostos também vem dessa raiz: o outro tem de saber fazer o que eu não sei. Se sou manso, ele deve ser agressivo, e assim por diante.

Uma idéia prática de sobrevivência, e pouco romântica, por sinal.

A palavra de ordem deste século é parceria. Estamos trocando o amor de necessidade, pelo amor de desejo.

Eu gosto e desejo a companhia, mas não preciso, o que é muito diferente.

Com o avanço tecnológico, que exige mais tempo individual, as pessoas estão perdendo o pavor de ficar sozinhas, e aprendendo a conviver melhor consigo mesmas.

Com o avanço tecnológico, que exige mais tempo individual, as pessoas estão perdendo o pavor de ficar sozinhas, e aprendendo a conviver melhor consigo mesmas.

Elas estão começando a perceber que se sentem fração, mas são inteiras.

O outro, com o qual se estabelece um elo, também se sente uma fração.

Não é príncipe ou salvador de coisa nenhuma.

É apenas um companheiro de viagem.

O homem é um animal que vai mudando o mundo, e depois tem de ir se reciclando, para se adaptar ao mundo que fabricou.

Estamos entrando na era da individualidade, o que não tem nada a ver com egoísmo.

O egoísta não tem energia própria; ele se alimenta da energia que vem do outro, seja ela financeira ou moral.

A solidão é boa, ficar sozinho não é vergonhoso. Ao contrário, dá dignidade à pessoa.
As boas relações afetivas são ótimas, são muito parecidas com o ficar sozinho, ninguém exige nada de ninguém e ambos crescem.

Relações de dominação e de concessões exageradas são coisas do século passado.

Cada cérebro é único.
Nosso modo de pensar e agir não serve de referência para avaliar ninguém.
Muitas vezes, pensamos que o outro é nossa alma gêmea e, na verdade, o que fizemos foi inventá-lo ao nosso gosto.

Todas as pessoas deveriam ficar sozinhas de vez em quando, para estabelecer um diálogo interno e descobrir sua força pessoal.

Na solidão, o indivíduo entende que a harmonia e a paz de espírito só podem ser encontradas dentro dele mesmo, e não a partir do outro. 

Ao perceber isso, ele se torna menos crítico e mais compreensivo quanto às diferenças, respeitando a maneira de ser de cada um.

O amor de duas pessoas inteiras é bem mais saudável.
Nesse tipo de ligação, há o aconchego, o prazer da companhia e o respeito pelo ser amado.

Nem sempre é suficiente ser perdoado por alguém, algumas vezes você tem de aprender a perdoar a si mesmo…

Este texto termina com a parte inicial, o significado das palavras.

A amiga respondeu, assim, ou comentou…. 

Ola meu amado Ric, quero agradecer pelas palavras afetuosas sobre minha pessoa, sobre meu niver, e deixar aqui registrado que o admiro muito e tenho aprendido muito com vc e tbem as vezes discordado em algumas situaçoes principalmente a sua enérgica crítica em casos tão inofensivos muitas vezes, mas como temos que nos amar como Cristo nos amou, verdadeiramente temos que aprender a nos moldar principalmente com relação ao nosso criador e depois com relação aos nossos irmãos…mas verdadeiramente tenho aprendido a ama-lo e aceita-lo como é e espero que eu não seja tão insuportavel assim para que vc não aceite meu modo de ser, mas prometo que vou me policiar mais em te mandar tantos e mails, prometo, é que te amo mesmo, e sempre quero estar pertinho nem que for so mandando alguma mensagem, assim me sinto mais presente na sua vida, é um ato de carinho, de amor.

      Quero que vc se lembre de mim com carinho, pois é assim que tem sido comigo em relação a vc.

       Amei seu texto onde vc explica que o amor romantico , a relação entre as pessoas no mundo moderno tem mudado….concordo plenamente com vc, mas não aceito esta verdade muitas vezes cruel com nossos corações e esperança de uma sonho de amor que nunca chega a preencher totalmente nossos anseios.

       Mas vc tem sido especial na minha vida, vc é um homem marcante e unico…Amo vc…

       Beijos

       Elisete

Anúncios

Sobre ricbrsp

Nascido em Lins/SP, criado na Capital paulista, formado advogado pela Unb (Brasília-DF), é autônomo em sampa, divorciado, vive com seus filhos. Ocupando meu espaço na web.
Esse post foi publicado em Computadores e a Internet. Bookmark o link permanente.

Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s