Especialistas alertam para “Apagão da Internet” no Brasil

Os mesmos ingredientes que provocaram o "Caos Aéreo" estão prontos para repetir a mesma "receita de desastre" em outro importante setor da economia brasileira. Com a expansão da oferta de banda larga no país, somada à falta de regulamentação da infra-estrutura de fibra ótica e a falta de investimentos no lançamento de novos satélites estacionários, temos um cenário de total colapso na capacidade da nossa atual malha de dados o número de usuários de banda larga chegou próximo a 8 milhões de clientes, 30% acima do ano passado, e praticamente duplicará até o fim desta década, chegando a 15 milhões em 2010. Já os investimentos programados para os próximos 3 anos não ultrapassam 300 milhões de Reais. Segundo especialistas, o mínimo necessário para garantir a estabilidade seria 4 bilhões e meio de Reais.

"Não temos capacidade para suportar 8 milhões de usuários de banda larga, a nossa malha de dados já está no limite", alerta Gleicon Ranieri, executivo no Comitê Gestor da Internet no Brasil.

A nossa estrutura de Internet tem uma capacidade de tráfego limitada pela quantidade de backbones internacionais que dispomos para ligar os nossos computadores de grande porte com seus similares nos Estados Unidos e Europa", explica Manoel D’Oro, especialista em sistemas.

"Para o usuário leigo, podemos dizer que a internet é uma série de tubos. Temos um tubo que nos liga aos EUA e cada imagem, vídeo ou página de texto que acessamos lá precisam viajar dentro deste tubo para chegar ao Brasil. O problema é que temos poucos tubos para esta demanda crescente, o que provoca um congestionamento. Isso torna a rede como um todo muito mais lenta", conclui.

O problema é agravado porque 6 dos 10 sites mais visitados pelos brasileiros (Orkut, Google, Youtube, MSN , Windows Live e Yahoo) não têm servidores localizados no país e isso está sobrecarregando os nossos escassos backbones internacionais. Apenas o Orkut é responsável por 30% do tráfego em nossos backbones, o que tira espaço para outras aplicações mais essenciais. Os especialista do Comitê Gestor da Internet Brasileira apontam que a solução de curto prazo seria dar incentivos fiscais para as 3 empresas proprietárias dos sites internacionais mais visitados (Yahoo, Google e Microsoft) construírem data-centers no país, "nacionalizando" assim o tráfego de dados e liberando nossosBrasilsat backbones internacionais. O outro caminho seria investir em pelo menos 2 novos satélites ou um novo cabo de fibra-ótica submarino até os EUA, obra que demoraria de 4 a 6 anos para ser concluída, uma eternidade se usarmos como referência o ritmo de crescimento da demanda e do aumento da complexidade dos aplicativos WEB 2.0. Como medida emergencial o acesso a estes sites, principalmente Orkut e YouTube – considerados serviços "não essenciais" pelo Comitê Gestor – poderá ser racionado ou inteiramente bloqueado até o final do ano.

fala sério heim??? tinha que ser Brasil

Este gráfico pode ser melhor visualizado em http://www.flickr.com/photos/richardgiles/97090903/

Tem como enviar o texto, há url?

Noto que tem forte manipulação na informação, alguns dados são completamente incorretos, inclusive se dito por autoridade, vários absurdos neste discurso.

Com certeza tem pegadinha nele, principalmente, creio que é o objetivo por trás de tudo o que está escrito, empurrar a responsa p/ poder público, p/ o Estado brasileiro, p/ os espanhóis da telefônica faturarem alto com a banda larga, e outros grupos d telefonia, que d certa forma controlam exatamente o fluxo de dados telefônicos, e que distribuem o sinal, tmb na internet, comunicações em geral, quem deve ter interesse em investir são os que estão lucrando alto, como os próprios sites mencionados, sendo que boa parte exatamente dos citados já tem provedores no Brasil, faz anos, tem uns 2 mais recentes, como do myspace, outro que lembro agora, mas faz uns anos que já dispões de provedores no Brasil, por isto que aparecia mais o aviso de que a página não pode ser aberta.

Chegou a ocorrer gargalo no Orkut brasileiro em 2007, mas que ampliaram, investiram em servidores para continuarem faturando alto, agora não sei se alguns alugam, ou são proprietários dos bancos de dados (servidores), mas yahoo tem no Brasil faz tempo, google entre outros bem verde amarelos.

Comparando o preços do satélite, dos cabos, creio que providenciar servidores no Brasil é bem mais barato, além de uma solução mais simples, que não onera o erário público só brasileiro, como o artigo tenta empurrar a responsabilidade e interesse numa possível solução ao impasse inventado.

Relendo a lista, notei erro grave de informação.

Na lista dos mais visitados pelos brasileiros, há uma repetição grosseira, pois Msn e Live é a mesma coisa, só sei s os provedores são no Brasil, será que é por isto que acho lento e pesado o live? Será que estes ainda não se tocaram? Duvido. Por quem faz lançamento conjunto do seu principal produtos como XP, e recente com Vista, versões simultâneas em várias línguas, inclusive portuguesas.

Inclusive a dependência direta destes softwares rodarem no pc com atualizações quase diárias d correção de erros, bugs, vulnerabilidade então, tá loco. Tanto XP, como Vista foram feitos p/ rodarem on line, inclusive checando, tmb on line no globo todas as versões piratas, utilizando-se dos recursos dos hackers, implantando no sistema operacional automaticamente e sem ser percebido, algumas vezes meu antivírus acusa, mas quando é de hackers, já da tia Microsoft, nada detecta, já faz parte do sistema operacional, por conta desta que acho ridícula e descabida a checagem d verificação de cópia original p/ baixar atualizações do IE, media player, entre outros antes d vc abrir a página do site, ou baixar o software de instalação, já tem condições de saber da saúde da sua maquina, seu ip, seu telefone, as suas senhas, nick e etc., basta navegar na web, estar conectado, que o sistema operacional está ativo como nunca com todas estas informações disponíveis no nosso pc, na lan house, no wi fi.


Liftoff will be aboard an Arianespace Ariane 44LP rocket from the Guiana Space Center, Europe’s Spaceport, on the northeast coast of South America. The 42-minute launch window opens at 8:16 p.m. at the launch site, or 4:16 p.m. PDT and 23:16 GMT.

Lançamento do BrasilSat em 19 de abril de 2000.

O texto que vc colou aqui p/ mim é falso em muita informação, e tudo jogando nas costas do povo brasileiro, através do poder público do Estado.

O Estado arruma onde tais recursos, te pergunto?

Si não é do suor extraído em gotas, digo copos, ou melhor, jarras de impostos abusivos, para poder sustentar uma taxas de juros escorchantes em face dos atuais níveis de inflação.

Gargalo no sistema de fibra óptica, nos satélites até 2010, apagão na web, não creio, alguma dificuldade ao usuário navegar em sites em outros países, é comum sempre teve, já que todo sinal da web passa pela Embratel, parece que tal exclusividade quando estatal, caiu por terra, pois esta empresa brasileira já foi privatizada, além de haver concorrência no sinal p/ fora do Brasil, pelo menos de telefonia, eu sei, de dados quem sabe só p/ empresas.

As grandes multinacionais instaladas aqui no Brasil com advento da internet, se não antes tem acesso direto aos servidores de suas matrizes e filiais mundiais, direto, sem telefônica, Embratel, direto por satélite, por canal alugado, como em TV a cabo, este povo todo que fatura com a coisa, cobra caro pela retransmissão dos sinais de dados e telefone, eles que devem arcar com satélites, ou novos cabos ópticos submarinos.

Não deixando esquecer que o interesse é dos sites estrangeiros em ter nós brasileiros, milhares de usuários, muitos acessos (IP), sendo o segundo país em volume de tráfego de informação na web.

Todo mundo vai esperar só providências do Lula, ou seu sucessor? Governo brasileiro é pai de todo mundo agora, e vai garantir o lucro de todo este povo? Sei, claro.

Parece matéria plantada, ou mal escrita, cheia de equívocos, ou um manifesto a idiotice, não tenho certeza, ainda, vou ler de novo o texto…. RS…..

Dois (2) novos satélites? 

Além de tudo exagerado, um único satélite dá conta deste número e sobra banda p/ outros usos.

Você acha que o sinal de TV vem de onde?

Passam todas as imagens, sons, ao vivo (em tempo real) e a cores, agora digital, tudo pelos satélites em orbita, não só os estacionários no Brasil, mas vem de outros, do local do evento, ou da imagem, como o canal de esportes da TV a cabo, que transmite jogos e esportes no mundo todo ao vivo, 24 horas por dia, há os de notícias, também, em qualquer língua. Tá ai a Al Jazira que não me deixa mentir.

O autor do texto esqueceu-se de mencionar este pequeno detalhe de interesses bilionários.

Só o governo brasileiro vai pagar esta conta, sei, claro!

Realmente uma estória para acalentar bovinos, isto sim!

Anúncios

Sobre ricbrsp

Nascido em Lins/SP, criado na Capital paulista, formado advogado pela Unb (Brasília-DF), é autônomo em sampa, divorciado, vive com seus filhos. Ocupando meu espaço na web.
Esse post foi publicado em Notícias e política. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Especialistas alertam para “Apagão da Internet” no Brasil

  1. pink1169 disse:

    Ric, estive aqui, li seu texto, depois comento.
    Bjs

Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s