Semente do evangelho em Cafelândia

Caro pastor e amigo RODIMILSON

Quando o amigo se der ao trabalho ou curiosidade de ler o livro que lhe ofertei Livro Cafelândia – História & Estórias, observará que no quesito religião não há si quer uma referência à igreja evangélica.

Creio que os autores ainda guardam na memória, o tempo em que o Catolicismo ainda era a religião oficial no Brasil, melhor dizendo oficiosa, porque desde independência, como sabemos o positivismo já era ideia dos patriarcas da Independência, através da Maçonaria, mas embora não fosse de direito, era de fato, a religião oficial. O catolicismo mandava.

Mas vou lhe narrar a historia do Evangelho em Cafelândia.

Minha família era católica de origem como 99% da população brasileira, católica de estatística como até hoje, porque praticante eram poucos, os fundamentos bíblicos e teológicos sempre foram escondidos pelo clero católico aos seus fieis.

Em 1931, quando nos mudamos do Rio de Janeiro para     IBIRÁ, meu pai, pelo testemunho de um crente, chamado Sr. Antonio Rangel, se converteu e fez sua profissão de fé na Igreja Presbiteriana, no Rio, e mamãe acompanhou, de sorte que quando nos mudamos de Ibirá para Cafelândia, em 1933, a família já era protestante, como éramos chamados naquele tempo.

Chegando em Cafelândia, papai Olympio Gomes Marinho constatou que não havia protestante na cidade, e após um bom tempo morando naquele cidade e pergunta daqui, dali acabou descobrindo uma família de espanhóis crentes, a família Gongora que se reunia em sua própria casa. Papai começou a frequentar sozinho, quando o espírito missionário tocou no coração e ele decidiu abrir uma congregação, reunindo os poucos crentes achados.

Achou um antigo armazém falido que havia fechado suas portas, alugou, encomendou alguns bancos numa carpintaria, comprou uma mesinha a guisa de púlpito e começou a pregar aos domingos, à suas próprias expensas. Papai sempre foi um autodidata, e se atualizava em odontologia assinando revistas em inglês idioma que dominava, bem como francês. Dai para estudar a bíblia foi questão de pouco tempo e com a inteligência que Deus lhe deu, logo estava pregando e começou ali uma congregação evangélica. Os crentes antes espalhados começaram e se reunirem, o trabalho crescia.

A historia é longa e cheia de lances curiosos, mas vou resumir ao máximo: terminado o grupo fui estudar em Lins, no Ginásio Americano, que era mantido pela igreja metodista, dos Estados Unidos através do pastor, missionário e professor norte americano chamado Clemente Evans HUBARD, uma figura extraordinária de pessoa, descrevê-lo levaria um livro. Mr. Clemente, seu Clemente como era mais conhecido, sabedor no trabalho evangélico em Cafelândia ofereceu a assistência de um pastor da igreja Metodista de Lins uma vez por mês, o que foi prontamente aceita por papai. O pastor vinha no Sábado pernoitava em casa que virou hospedaria de pastores, por onde passarem muitos pastores que mais tarde se tornaram bispos e autoridades no metodismo brasileiro, inclusive um que foi por muitos anos Presidente da Sociedade Bíblica do Brasil.

O livro cita com toda ênfase a igreja católica com todo seu poderio, cita templos budistas, centros espíritas, etc., mas sobre evangélicos, nenhuma linha, por isto estou fazendo justiça. A congregação evangélica não era um templo, no sentido arquitetônico como os portentosos templos católicos, a catedral do Pena, por exemplo, até hoje é um exemplo digno de nota, para uma cidade pequena como Cafelândia é um portento. Nota Cafelândia hoje é uma cidade morta, enquanto Lins cresce dia a dia, com várias igrejas evangélicas.

Porque será?

O texto acima é cópia de e-mail, onde conta a história, que estava faltando no Livro Cafelândia – História & Estórias, onde meu pai Ivan Marinho é autor de algumas crônicas.

 

 

 

 

Anúncios

Sobre ricbrsp

Nascido em Lins/SP, criado na Capital paulista, formado advogado pela Unb (Brasília-DF), é autônomo em sampa, divorciado, vive com seus filhos. Ocupando meu espaço na web.
Esse post foi publicado em Não categorizado. Bookmark o link permanente.

Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s